Cuidados básicos para seu carro ficar com o aspecto de novo

Cuidados básicos que valorizam o veículo

Que o preço do carro sofre depreciação ao passar do tempo todos sabem, mas o que muitos esquecem é que a falta de cuidados simples pode aumentar essa desvalorização ou dificultar a revenda.

Para lhe auxiliar e evitar essas situações selecionamos os problemas mais comuns e como evitá-los. Dicas que certamente vão aumentar a vida útil e reduzir a desvalorização do veículo.

Sempre lave o carro quando voltar da praia

Poucos fazem porque é difícil lavar o carro na parte de baixo e poucos postos de lavagem o fazem.

Somente algumas peças possuem proteção contra a corrosão, então o salitre (sais presentes no ar e na água do mar) como é mais conhecido, acelera o processo de ferrugem (oxidação), tornando a lavagem após a ida à praia essencial.

As peças que possuem grande composição de carbono (discos de freio, cilindros de roda, bloco do motor, pinças de freio, entre outras) são as mais suscetíveis ao problema.

Nunca lave seu carro com querosene

É muito comum utilizar o querosene na lavagem dos carros. Cuidado!!! Além de causar danos na pintura provoca danos nas borrachas da suspensão. Para uma boa lavagem basta água e sabão neutro.

É recomendável encerar o carro periodicamente, principalmente se ele fica exposto ao tempo (sol e chuva).

Sempre repare os pequenos amassado no veículo

Os “amassadinhos” devem ser reparados o quanto antes. Isso é necessário porque muitas vezes deixamos de lavar os carros por conta disso e a ferrugem toma conta daquele lugar. Com o passar do tempo descobrimos que será necessário pintar o carro todo. Além do aspecto ruim que o carro deixa.

Substâncias causam danos à pintura do veículos, provocando manchas

Sempre que possível, não deixe seu veículo exposto às substâncias indicadas a seguir, elas podem causar muito dano à pintura e causar manchas:

  • goteira de concreto/cimento
  • óleo de freio
  • cocô de pássaros
  • gasolina
  • amotinação

Sempre tomar cuidado ao lavá-lo debaixo de árvores, galhos e outros objetos podem cair e causar muitos danos

Se seu automóvel tem danos causados em algumas dessas situações você deve levá-lo para algum lugar especializado para a remoção. Muito cuidado com as soluções caseiras, além de serem perigosas podem aumentar ainda mais os danos.

Preste atenção nos postos de lavagem

Sem generalização, mas muitos dos que trabalham nos postos de lavagem não tem o devido conhecimento de como lavar adequadamente. O muitos não sabem é que o processo de lavagem começa pelo teto, sempre em uma sombra. Entretanto, é fácil encontrar quem iniciem a lavagem por baixo – a incumbência que geralmente possui território respingada das rodas. Se nesse processo a flanela ou bucha ficar com terra, pode arranhar a pintura do carro, os carros com pintura escura evidenciam bem.

As capas protetoras às vezes são uma péssima ideia

A maior parte das capas protetoras vendidas no mercado são plásticas. Elas são baratas e práticas, contudo escondem um risco: geralmente elas favorecem o acúmulo de umidade e poeira. As capas devem ter forros internos de forma a favorecer a circulação de ar, além de estarem limpas e secas.

Polimento sem exagero

Cuidados básicos para seu carro

Cuidados básicos para seu carro

Tratamentos que ajudam a revitalizar a pintura e deixar o carro com o aspecto de novo são sempre bem-vindos, mas algumas pessoas, exageram nesses cuidados, fazendo repetidas vezes e sem necessidade (com carros novos ou sem danos aparentes). Revitalizações, polimentos e cristalizações são indicados para veículos que tem danos na pintura.

Importante lembrar que cada processo de polimento, por exemplo, é retirada uma camada de verniz, através da rotação das lixas e dos produtos.

Se tiver um carro novo o mais recomendável é que você faça o enceramento.

Veja mais algumas dicas através do vídeo que selecionamos.

Anúncios

Como comprar um carro sem ter “Dor de Cabeça”

Dicas para comprar carro

Dicas para comprar carro

Comprar veículo novo é uma decisão importante pois, trata-se de um grande gasto e todo mundo quer fazer um bom negócio neste momento. Dependendo da situação, as vantagens de comprar carro usado são maiores que a opção por veículos novos, principalmente quando falamos em valores. São opções que não tem término, cabe a você saber filtrar e estimar o que é bom e o que não serve para atender suas necessidades.

Dicas para comprar carro de forma segura

A compra de um carro usado ou seminovo deve ser iniciada com uma pesquisa minuciosa do que existe no mercado. Não poupe esforços, pesquise na internet, converse com as pessoas, busque informações com mecânicos, visite concessionárias, enfim, vale tudo quando a missão é encontrar um veículo perfeito para você.

O barato que sai caro

É importante considerar que nem sempre comprar o carro mais barato é o melhor

Dicas para comprar carro

Dicas para comprar carro

negócio, pois existem muitos golpista que querem vender automóveis adulterados, carros clonados a preços muito baixos ou ainda carros com problemas mecânicos sérios que não compensam o conserto. Por isso, é importante estar sempre prudente para não cair em golpes na compra.

Importante ter a opinião de pessoa especializada

Uma das vantagens de se comprar um veículo novo são as garantias de fábrica que asseguram que o veículo está em ordem e em caso de problemas o proprietário será atendido.

Na compra de um coche usado é importante fazer suas avaliações: uma mecânica com um profissional de sua crédito e outra em uma empresa de vistorias. O mecânico irá calcular a exigência do motor, sistema elétrico e outros itens estruturais do coche, já a vistoria automotiva cautelar mostrará se o veículo não é adulterado ou se possui pendências legais porquê multas e impostos não pagos.

Os detalhes são importantes

Preste bem a atenção nos detalhes. Veja o estado de conservação dos pneus. Eles podem trazer muitas informações a respeito do veículo. Um pneu muito gasto

Fazer uma compra segura irá prometer a sua tranquilidade, por isso é importante cuidar de cada pormenor e não agir por impulso

Assista o vídeo abaixo e veja mais dicas

Como é comprar um carro para deficiente

Comprar carro para deficientes

Comprar carro para deficientes

Comprar carro para deficientes exige muita paciência. São necessários o preenchimento de relatórios médicos, laudos e idas a alguns órgãos federais, estaduais e municipais.

O processo é burocrático e lento. Envolve a RFB (Receita Federal do Brasil), a Secretaria da Fazenda de seu Estado e a CET, no caso de São Paulo. Raramente dura menos que seis meses.

Fases do processo de isenção

Primeiramente, sendo você o motorista, é retirar uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) específica em que esteja caracterizada as necessidades especiais do condutor e as modificações fundamentais do carro.

O deficiente físico tem que conseguir a documentação necessária no Departamento de Trânsito do seu estado. Um médico cadastrado no Sistema Único de Saúde (SUS) vai corroborar a deficiência e a inaptidão para dirigir automóveis comuns.

carro para deficientes

Carro para deficientes

Em seguida o condutor deve ir a algum ponto de atendimento da Receita Federal do Brasil para solicitar renúncia do IPI e IOF e obter a Certidão Negativa de Impostos e Contribuições Federais.

Se você for o motorista, deverá preencher as requisições da solicitação de desobrigação de IPI e mostrará o relatório médico, a CNH duas cópias com autenticação do Departamento de Trânsito. Você vai precisar também de duas fotocópias com autenticação do CPF, RG e de um comprovante de endereço.

Ainda na Delegacia Regional da RFB você precisará apresentar um documento que prove regularidade de taxa previdenciária, porquê holerite, extrato semestral de aposentadoria ou, no caso de autônomo ou profissional liberal, enunciação do INSS que demonstre recolhimento de DRSCI, que pode ser obtido no site DataPrev ou em uma escritório da Previdência Social.

Para ver a lista completa das doenças que dão direito à isenção clique aqui.

Para isso, deverá preencher o kit de requerimentos de isenção de IPI fornecidos pela RFB (Receita Federal do Brasil); preencher a enunciação de identificação do condutor autorizado com firma reconhecida em cartório; levar cópias autenticadas de RG, CPF e comprovação de endereço do portador e do condutor (caso o passageiro seja menor de idade será preciso apensar diploma de promanação, caso não possua CPF e RG); duas vias do laudo médico no protótipo oferecido pela RFB; uma reprodução simples da última enunciação de IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física); e um documento que prove regularidade de taxa previdenciária.

Já para conseguir a isenção de ICMS você precisa ir à Secretaria de Administração Fazendária mais próxima da sua residência.

Lá você irá pedir um kit de requerimento de isenção de ICMS assinado com firma reconhecida, conseguido no próprio posto fiscal da Secretaria da Herdade. Você também deverá levar o laudo médico (original do Detran) e a carteira de habilitação autenticada. Ligeiro também uma reprodução autenticada no cartório do CPF, RG e comprovante de endereço. Tenha consigo uma transcrição simples da última enunciação de imposto de renda e comprovantes de capacidade econômica (holerite, extrato de poupança, emprego etc).

Nesse tempo você já deverá ter escolhido o automóvel. Você deve levar um documento (emitido pela concessionária ou fábrica) na Sefaz de seu estado.

Agora é hora de ir detrás da isenção de IPVA.  Para conseguir o veículo deve ser novo ou se for caso de usado, obrigatoriamente a documentação deve estar em nome do deficiente.

Dirija-se ao ponto de atendimento da SEFAZ, munido dos documentos necessários. Inicialmente preencha as requisições de dispensa de pagamento de IPVA em 3 (três) vias.

Segue os documentos necessários para essa fase:

  • RG e CPF (cópias com autenticação);
  • CNH (Carteira Nacional de Habilitação);
  • CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo);
  • Nota Fiscal de compra, no caso de compra de veículo O km;
  • Nota Fiscal comprovando o serviço de adaptação do veículo;
  • e uma declaração em que o beneficiário se compromete a possuir unicamente um carro com a isenção de IPVA.

Como se livrar do rodízio de veículos em São Paulo

Se o deficiente for morador de São Paulo, agora é hora de ir na CET pedir isenção de multas referentes ao rodízio. Para isso deverá cadastrar o veículo nos telefones (11) 3030-2484 ou 3030-2485.

Ele precisará preencher requerimento para autorização peculiar (disponível no site da instituição) e levar uma traslado autenticada do laudo médico e da carteira de habilitação; reprodução simples do RG; reprodução com autenticação do CRLV/DUT do veículo, para ser enviado ao departamento de autorizações especiais (DSV) da prefeitura de São Paulo.

Para finalizar, selecionamos um vídeo que vai trazer maiores informações a respeito do assunto.

Como comprar carro com desconto para deficientes físicos

Deficientes físicos têm direito a descontos e isenções na hora de comprar seu automóvel. Um automóvel para portadores de necessidades especiais pode chegar a um desconto de 28%.

Como comprar carro com desconto para deficientes físicos

Como comprar carro com desconto para deficientes físicos

A Lei 8.989, promulgada em 24 de fevereiro de 1995, diz que o deficiente ou seus responsáveis tem direito ao desconto do IPI, IOF, IPVA e ICMS — esse último unicamente para veículos de até R$ 70 mil. Outrossim, fica livre do rodízio municipal em São Paulo.

Numa reportagem doo jornal Folha de S.Paulo, Rodrigo Rosso, presidente da Abidef, associação em resguardo das pessoas com deficiência, disse que em 2015 as vendas de automóveis com isenção chegaram a 106.000 unidades, um incremento de 26,5%. Nos primeiros oito meses de 2016 a Toyota registrou subida de 70% nas isenções de impostos para esse público.

Apesar disso, muita gente não conhece seus direitos.

Moléstias que lhe autorizam a comprar carro sem pagar impostos

Podem usufruir de isenção as seguintes pessoas que se enquadrem nas seguintes condições:

  • as que adquiriram doenças durante a vida;
  • os idosos que possuam alguma dificuldade de locomover-se;
  • os pais ou responsáveis legais das pessoas que se enquadrem numa das situações anteriores.

Quias as moléstias dão direito

Seguem algumas das doenças e deficiências que rendem isenção:

Como comprar carro com desconto para deficientes físicos

Como comprar carro com desconto para deficientes físicos

Qual o melhor carro para deficiente

Os portadores de deficiência tem recebido atenção especial das montadoras, não raro possuem atendimento personalizado e espaços especiais para melhor atender esse público e auxiliar em suas escolhas. Existem até eventos específicos, como exemplo

Carro para Deficientes

Carro para Deficientes

tem a Mobility e Show, que em 2016 reuniu mais de 5.800 visitantes. Em 2017 o evento acontecerá em setembro.

A Revista Nacional de Reabilitação fez uma lista dos melhores carros para deficientes. Os mais votados em 2016 foram:

 Novo ToyotaCorolla — 17% dos votos
2 º Honda HRV / Jeep Renegade — 14% dos votos
 Honda FIT / Ford Ecosport — 13% dos votos
 Honda City / GM Spin / Fiat Doblo — 12% dos votos
 Mitsubishi Pajero / Toyota SW4 / GM Cruze — 10,5% dos votos
 Toyota Etios / Nissan Versa / Hyndai HB 20 Sedan — 9% dos votos
7º Nisssan March / GM Cobalt / Renault Duster — 8,5% dos votos
 VW Voyage / Citroen C4 Lounge / GM Prisma — 6,5% dos votos
 Mercdes-Benz C200 / GM Trailblazer / Honda Civic / VW Fox / Renault Fluence — 5% dos votos
10º BMW X1 / Audi Q3 / Peugeot 2008 / Audi A3 – 3% dos votos
11º Outros — 1,5% dos votos

Aprenda um pouco mais assistindo o vídeo abaixo

Como funciona a lei que beneficia deficientes

O Brasil tem duas características marcantes: alta carga tributária (que não se traduzem na boa prestação de serviços públicos) e por possuir uma imensa gama de leis que melhoram muito pouco a vida dos brasileiros, seja pelo baixo alcance, seja por ser inútil mesmo. Aqui cria-se lei como se um pedaço de papel e algumas palavras tivessem o condão de resolver todos os nossos problemas.

A despeito disso, existem muitas outras que, ao contrário, tem grande alcance e beneficiam grande parte da população. Podemos citar como exemplo a lei nº 8.989 de 1995 (atualmente prorrogada pela Lei 11.941/2009, art. 77).

Lei que beneficia deficientes

Lei que benefcia deficientes

Esta lei isenta, na compra de carro zero, os deficientes e portadores de mais de 30 tipos de moléstias (poucas pessoas sabem disso) de cobrança de IPI e IOF, e leis estaduais que isentam também da cobrança de ICMS e IPVA, tem grande alcance junto à população e por serem pouco conhecidas, são pouco utilizadas pela população. Esse desconto pode chegar a 30% do valor do veículo.

Ela pode ser utilizada a cada dois anos para o IPI ou menos de três para o ICMS. Nas situações que envolvem pessoas com necessidades especiais ou mobilidade reduzida, mas que não conduzem veículos automotores, a isenção de impostos é menor, o que, em geral, reduz o valor do automóvel em até 15%.

Cabe destacar que fraude na utilização do benefício fiscal, ou seja, utilização do veículo por pessoas que não se enquadram nos casos previstos em lei, sujeitam o autor (o deficiente ou a pessoa beneficiada) a arcar com os impostos que deixaram de pagar, acrescidos e juros e multa, sem prejuízo de sanções penas e cíveis, a depender do caso.

lei que beneficia deficientes

Lei que beneficia deficientes

Etapas para conseguir a isenção de impostos na compra de veículo automotor para pessoa portadora de deficiência física ou de doença grave

Os benefícios devem ser requeridos junto à secretaria da Receita Federal no caso de isenção de IPI e IOF. No caso de isenção de ICMS e IPVA, a requisição deve ser endereçada à secretaria estadual da fazenda.

Para ter acesso ao benefício fiscal, deve-se estar em posse dos seguintes documentos:

  • requisição de isenção do IPI devidamente preenchida;
  • É necessário a apresentação de relatório médico atestando a condição de portador de deficiência, que deverá ser emitido por médico credenciado pelo SUS ou médico particular. Neste último caso, existe a obrigatoriedade de entrega de um termo comprovando que o profissional está credenciado ao Detran;
  • é fundamental preencher o termo de disponibilidade financeira, cujo valor deve estar de acordo com o valor do carro a ser comprado;
  • Apresentar os documentos que identifiquem os condutores autorizados e as cópias (acompanhadas das originais) da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do beneficiário da isenção (caso habilitado) e/ou de todos os demais condutores, se for o caso;
  • Trazer uma cópia do documentos fiscal relativo à última compra de veículo com isenção do IPI ou a via original da autorização anteriormente concedida e não utilizada;
  • Entregar a Declaração de não Contribuinte do Regime Geral de Previdência Social.
  • RGPS ou de Regularidade Fiscal (Contribuições Previdenciárias).

Assista o vídeo abaixo de aprenda um pouco mais sobre o assunto